“Onde existem programas de apoio ao esporte para crianças e adolescentes observa-se uma queda anual de 30% da criminalidade”, afirmou o coordenador do escritório Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) no Brasil.

A prática esportiva serve como instrumento de integração de pessoas e comunidades, incentivo à participação, combate às desigualdades sociais e raciais e outros benefícios que você também aprenderá ao longo do artigo.

Usado como meio para o resgate de crianças e jovens da marginalização e uso de drogas, abordaremos o que pode ser feito, legislação e outros aspectos que resultem na redução da criminalidade.

Continue a leitura!

Importância do esporte na vida de crianças e adolescentes

Aumento da qualidade de vida, diminuição de riscos de doenças cardiovasculares, melhora da resistência muscular e combate à insônia são apenas algumas vantagens para a parte física da prática de esportes.

Um estudo da Universidade de Gotemburgo, que avaliou um milhão e duzentos jovens, ainda em 2010, já mostrava um vínculo entre exercício físico e atividade cerebral. Jovens que praticam esporte apresentam melhor desempenho de aprendizado.

No entanto, o esporte desenvolve também aspectos socioemocionais do indivíduo, destacando-se como grande aliado para mudanças sociais positivas.

Ele é capaz de aliviar tensões, diminuir a ansiedade e promover maior estabilidade emocional e familiar, especialmente para crianças carentes, afastando-os da criminalidade.

ECA: o direito ao esporte e ao lazer

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é o documento jurídico que inclui as normas de proteção integral do público infantil e jovem.

Dessa forma, prevê que criança é a pessoa de até doze anos incompletos, enquanto adolescentes são aquelas de doze a dezoito anos. Após essa idade, o indivíduo alcança a maioridade civil.

Tendo isso em vista, o ECA garante o direito da criança e do adolescente em relação à vida, à saúde, à alimentação, à cultura, à dignidade, ao lazer, ao respeito, à convivência familiar e comunitária e à liberdade, bem como ao esporte.

Esses são deveres da família, comunidade e poder público.

O esporte reduz a criminalidade

O esporte atualmente já é entendido como uma política pública – ação para solução de um ou mais problemas da sociedade –, essencial como educação e saúde, por exemplo.

Isso porque, “onde existem programas de apoio ao esporte para crianças e adolescentes observa-se uma queda anual de 30% da criminalidade”, como afirma o coordenador do escritório Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) no Brasil.

A democratização do acesso à prática esportiva possibilita, entre outras vantagens como as citadas acima, o poder de redução da criminalidade.

Principalmente em grupos socialmente excluídos, é possível ver as quedas de índices de drogas e violência.

Há maneiras de levar o esporte para o seu município, incluindo as regiões periféricas, como maneira de distração e ocupação do tempo vago de crianças e adolescentes. Assim, evita-se que fiquem expostas a situações de vulnerabilidade e práticas criminosas.

Como os municípios podem afastar a criminalidade com o esporte

Como responsáveis por oferecer oportunidades para garantia dos direitos da criança e do adolescentes, o trabalho das Secretarias, Departamentos e Fundações Municipais de Esporte é primordial.

Muito pode ser feito a começar pelos investimentos em espaços para a prática esportiva. Quadras, campos e equipamentos são algumas coisas que podem ser oferecidas para a população infantil e jovem.

Além disso, as escolinhas no contraturno do horário escolar dão certo. Aposte em diferentes modalidades que conquistem as crianças e se adequem à realidade de cada participante.

Os projetos “Esporte pela Paz” e “Segundo Tempo” são grandes exemplos.

Artigos relacionados


Para iniciar essa partida andando lado a lado, o Placarsoft possiblita a integração de crianças e adolescentes no mundo do esporte.

Ele inclui diversas funções voltadas ao público infantil e jovem, como o controle completo de escolinhas.

Envie uma mensagem no (48) 99922-9731 e saiba mais!

 

 

Palavras chave: redução da criminalidade - criança e adolescente - esporte infantil - esporte inclusivo

Carregando

Aguarde...

Ficou interessado?

Nós entramos em contato com você